terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Em Cena: Óquei!

"Se o gênero são os significados culturais assumidos pelo corpo sexuado, não se pode dizer que ele decorra, de um sexo desta ou daquela maneira. Levada a seu limite lógico, a distinção sexo/gênero sugere uma descontinuidade radical entre corpos sexuados e gêneros culturalmente construídos. Supondo por um momento a estabilidade do sexo binário, não decorre daí que a construção de "homens" aplique-se exclusivamente a corpos masculinos, ou que o termo "mulheres" interprete somente corpos femininos".
Judith Butler

2 comentários:

Henrique disse...

to há meses esperando uma atualização nesse bloguezinho... cadê? rsrsrs

Kelly disse...

Ai que saudadess!!!